Psicoterapia para Adulto

 

Você sabia porque é importante buscar a psicoterapia para adultos?

A psicoterapia é muito importante para a melhora do emocional de uma pessoa, ela auxilia em momentos de angústia, em compensação, as técnicas que a psicologia oferece podem garantir entendimento em relação as questões vivenciais.

A psicoterapia para o adulto é capaz de transformar o indivíduo independente do motivo que o levou a buscar o processo psicoterapêutico.

Você sabia, que uns dos maiores agravantes que influenciam as pessoas a buscar o processo são os transtornos de ansiedade e Depressão? E de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS) 23,9% sofrem de ansiedade e 5,8%da população sofre de depressão.

Através destas informações, podemos constatar o quanto é importante cuidar da saúde mental e refletir quais são as variáveis que apontam a responsabilidade pelo mal estar, que podem ser tratadas pela psicoterapia.

Podemos entender então que a psicoterapia para adultos funciona como medicação para os males relacionados a saúde mental.

Para quem nunca passou por um processo de psicoterapia, cabe informar que o processo é um tratamento em que duas pessoas trabalham em conjunto para resolver aquilo que incomoda no desenvolvimento como ser humano. A ferramenta mais utilizada é o diálogo, através desta ferramenta o paciente vai expressar tudo aquilo que te aflige.

Quando buscar a Psicoterapia para Adultos?

Para começar, é preciso aceitar que está em uma condição de fragilidade, e reconhecer se como ser integro, aceitar que todas as pessoas tem suas dificuldades emocionais e não há uma "varinha mágica" que possa extinguir todas os sentimentos que são desfavoráveis ao equilíbrio humano.

É certo que há pessoas que sabem lidar melhor com determinados sentimentos e outros não, mas isso não é fragilidade, cada ser humanos é único, com suas limitações e qualidades próprios de cada um.

É  preciso coragem para aceitar que é preciso cuidar da saúde mental, superar as críticas que são relacionadas ao tratamento psicoterápico, e também é preciso ter em mente que escolher cuidar da saúde mental é buscar o amor próprio, para  então entender a luta que é cuidar do bem estar individual.

Além disso, a psicologia pode ser buscada quando desejamos conectar conosco a fim de buscar o autoconhecimento. Muitas vezes descobrimos no nosso âmago coisas que até então não conseguimos ver antes.

Como funciona o processo de Psicoterapia?

O local onde ocorre o processo psicoterapêutico deve ser acolhedor, e o profissional mantém uma postura isenta de julgamentos.

Com o auxílio do psicólogo e as ferramentas necessárias são identificadas causas e padrões dos comportamentos que impedem a pessoa de ter uma vida plena. A psicoterapia mostra claramente, os aspectos que precisam de atenção e ressignificação no dia a dia, para então encontrar a saúde cognitiva.

O objetivo da psicoterapia é auxiliar as pessoas a obter clareza em relação as dificuldades emocionais e os transtornos psíquicos. Desta forma, pode ajudar a eliminar aquilo que prejudica a vida do indivíduo e auxilia em relação ao controle das emoções.

Normalmente uma sessão de psicoterapia funciona de 30 a 50 minutos, e dependendo pode durar até mais tempo, e para funcionar é necessário que haja confiança entre paciente e terapeuta, para que o processo seja funcional.

É preciso que haja empenho por parte do paciente a fim de que não haja faltas, pois cada sessão é um gancho para a outra  para então focar naquilo que foi a queixa apresentada durante as entrevistas iniciais, para então decidir em relação aos  métodos utilizados em psicoterapia e de acordo com a necessidade do seu paciente.

Não esquecendo que o sigilo entre o psicólogo em relação ao paciente é um requisito básico, desta forma há mais segurança em compartilhar informações que por medo de julgamentos não seriam faladas com mais ninguém.

Há inúmeras abordagem em terapia e o psicólogo vai definir a que mais se enquadra em determinado transtorno ou problemática. E é necessário algumas vezes combinar a psicoterapia com medicação e outras terapias associadas.

No caso de haver necessidade de tomar medicamentos psiquiátricos é importante o acompanhamento psicoterapêutico, pois nenhum tratamento sem associar a terapia é passível de sucesso.

 

Abordagens utilizadas

Apesar do processo psicoterapêutico ter como objetivo cuidar da saúde mental, independente da abordagem há algumas que podemos conhecer ex:

Psicanalise - Criada por Sigmund Freud - Nesta abordagem as pessoas são tratadas fazendo que pensamentos e motivações inconscientes torne-se consciente ao ser humano, tendo como objetivo compreender emoções e experiencias até então reprimidas, tornando então aquilo que era inconsciente em consciente. Sendo capaz de cuidar dos transtornos e perturbações psíquicas como a depressão e a ansiedade.

Psicoterapia Analítica/Junguiana - o Psicólogo observa o simbolismo, com foco na interpretação dos sonhos. Nesta situação há um diálogo entre consciente e inconsciente, o que auxilia na mudança e no aumento do olhar interior do paciente.

Nessa abordagem o psicoterapeuta leva em conta que o inconsciente não influencia somente no individualismo, mas no coletivo, e também reitera que o exterior pode alterar os rumos na vida dos indivíduos assim como cria novas tendências comportamentais.

Psicoterapia Cognitivo comportamental - Também conhecida como TCC, visa identificar e mudar os padrões de pensamento e comportamentos que prejudicam o bem estar pessoal.

Além disso tem como objetivo substituir comportamentos que sabotam o indivíduo por ideias saudáveis, e a técnica dessa abordagem envolve aprender novas habilidades sociais.

Psicodrama - O psicodrama depende de um grupo para ocorrer. pois funciona de forma que o grupo encena as emoções e situações na vida dos pacientes e interagem para trabalhar questões pessoais Sua técnica promove sentimentos espontâneos, a fim de produzir insights transformadores. Nesta modalidade há a presença da comunicação verbal e não verbal. 

Hipnoterapia - A psicoterapia através da hipnose capacita a introdução de ideias construtivas no subconsciente. Quando feita da forma correta, auxilia na mudança de padrões comportamentais, pensamentos e sentimentos.

Fenomenologia - Segundo, Ana Lia Clerot, a psicoterapia por fenomenologia, busca compreender a vivência dos pacientes no meio social e as percepções do mundo que o rodeia.

Psicoterapia Gestáltica ou Gestalt terapia - nesta abordagem o psicólogo faz com que o indivíduo tenha responsabilidade por si, adquirindo grande importância em sua vivência. Havendo menor foco em sintomas e acontecimentos pregressos, pois há de se ter em consideração que o presente é o momento que importa.

Além disso, a preocupação pela origem do que lhe incomoda é diminuída, uma vez que o objetivo é entender como os dias presentes o afetam e como pode mudar a realidade.

Constelações Sistêmicas e Familiares - Essa psicoterapia, leva em consideração que todo ser integra um sistema ou família, nesta situação, o paciente fala suas questões aos psicólogos, e o profissional investiga informações importantes da família, como doenças, mortes, separações, brigas etc...

O próximo passo, o psicoterapeuta irá notar padrões na família que tende a se repetir com o tempo, e como o paciente vivencia com a consciência de seus antepassados, ao invés de agir levando em consideração como ser isolado.

Psicoterapia Breve - Este tratamento é de curta duração, com tempo e objetivos definidos, e é indicada para quem está vivendo uma crise emocional aguda para uma melhora imediata.

Entre outras...

Como escolher um psicoterapeuta para adultos?

É importante que você se sinta à vontade com seu terapeuta e que vocês estejam em uma boa sintonia.

Psicólogos e pacientes trabalham juntos, portanto, não sinta medo de entrevistar diversos especialistas antes de escolher um. Você pode fazer isso por telefone ou durante sua primeira sessão.

Procure por alguém que faça você se sentir confortável e que transmita confiança. Não se esqueça que você irá discutir questões profundas de sua existência em consultório, portanto, é imprescindível que você esteja fazendo isso com a pessoa certa.

Porém, não pense que a psicoterapia tem início, meio e fim definidos. Você pode resolver um problema e, algum tempo depois, ser confrontado com um novo.

 

Gostou desse post? Entre em contato para maiores informações, e tire as suas dúvidas sobre o processo psicoterapêutico.